Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Industrializar em Concreto 14 - outubro de 2018

DE OLHO NO SETOR

Congresso do Ibracon destaca industrialização em concreto

Evento terá, entre outras atividades, o Seminário sobre Segurança de Estruturas em Situação de Incêndio e a Reunião do CT 304 - Comitê Técnico IBRACON/ABCIC de Pré-Fabricados de Concreto

O 60º Congresso Brasileiro do Concreto divulgará, entre 17 e 21 de setembro, em Foz do Iguaçu (PR), as pesquisas científicas e tecnológicas que vêm sendo realizadas nas universidades, institutos e empresas sobre análises e projetos estruturais, metodologias construtivas, materiais de construção e suas propriedades, gestão e normalização, ensaios não destrutivos e sustentabilidade. 
No dia 19 de setembro, acontece o II Seminário sobre Segurança de Estruturas em Situação de Incêndio, durante o 60º Congresso Brasileiro do Concreto, maior e mais importante evento técnico-científico sobre a tecnologia do concreto e seus sistemas construtivos. 
O Seminário reunirá pesquisadores, profissionais e representantes dos Corpos de Bombeiros para apresentar e discutir as mais recentes pesquisas e conhecimentos técnicos envolvendo a segurança das estruturas de concreto armado em situação de incêndio. A ideia é promover um ambiente de trocas para o desenvolvimento e disseminação do conhecimento, de forma a contribuir para uma maior segurança das edificações e, prioritariamente, de seus usuários.
Estão confirmadas as palestras dos professores Bernardo Tutikian (Unisinos), Enio Pazini Figueiredo (UFG), Luiz Carlos Pinto da Silva Filho (UFRGS), Marcelo de Araujo Ferreira (UFSCar), Paulo Helene (USP) e Valdir Pignatta e Silva (USP), e dos engenheiros Carlos Amado Britez e Rogério Lin. A apresentação de Ferreira abordará o comportamento de estruturas pré-moldadas em concreto em situação de incêndio, trazendo novidades a respeito de normalização, em especial, em lajes alveolares e em painéis pré-moldados de concreto, a partir da ABNT NBR 9062:2017. Em sua opinião, é muito importante levar informação técnica e recomendações de projeto neste segmento, ainda mais em um evento com essa representatividade. “O sistema construtivo está sendo aplicado em relevantes obras: empreendimentos habitacionais, comerciais, edifícios garagens, hospitais, aeroportos, arenas esportivas, entre outros. E o desempenho do pré-fabricado de concreto é excepcional até porque a indústria utiliza tecnologia e concretos de alta resistência”. 
Segundo a organização, o Seminário foi concebido a partir de uma preocupação da comunidade técnico-científica com os recentes acontecimentos nacionais envolvendo incêndios em edificações, a Boate Kiss, no RS, e o Edifício Wilton Paes de Almeida, em SP.


Reunião CT-304
Ainda durante o 60º CBC, no dia 20 de setembro, acontecerá a 3ª reunião do CT-304 – Comitê Técnico IBRACON/ABCIC de Pré-Fabricados de Concreto do Ibracon, que pretende analisar e distribuir os trabalhos para criação de uma publicação nos moldes do livro “ABNT NBR 6118:2014 Comentários e Exemplos de Aplicação”, mas para a norma ABNT NBR 9062:2017.
O CT-304 tem direção técnica do professor Paulo Helene, com coordenação da engenheira Íria Doniak e secretariado pelo engenheiro Rodrigo Nurnberg. “Neste momento, o principal objetivo do CT-304 é a criação de uma publicação com comentários e exemplos da ABNT NBR 9062:2017; muitos pontos da norma não são simples ou triviais e contém muito conhecimento associado que não pode ser incluído no formato conciso de uma norma. Deste modo, é importante para o setor de pré-moldados de concreto e para a sociedade terem acesso a este tipo de publicação, que elimina dúvidas existentes no texto e apresenta de forma clara os objetivos da comissão de revisão da ABNT NBR 9062:2017”, comenta o Nurnberg. Essa atividade no âmbito do CT-304 contará com o apoio e participação da ABECE (Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural), entidade parceira do IBRACON e da ABCIC. 
Outras atividades para o Comitê estão previstas, como a criação de um Grupo de Trabalho específico para avaliar a possibilidade de desenvolvimento de um texto base para uma futura norma ABNT de  torres eólicas de concreto pré-moldado e futuramente um manual de práticas recomendadas para os laboratórios das indústrias de concreto pré-moldado.  ”Essas atividades são relevantes para o setor representado pela ABCIC e também de fundamental importância para o IBRACON que, sendo uma entidade técnico-científica com grande potencial de apoio e colaboração no seu corpo associativo, promoverá ações muito relevantes para o desenvolvimento da pré-fabricação em concreto e apoio ao programa que a testa qualidade, segurança e aspectos ambientais das empresas de estruturas pré-fabricadas de concreto, o Selo de Excelência Abcic. Além de promover debates contínuos que irão contribuir sobremaneira com a normalização dos pré-moldados de concreto”, afirma Íria.
Nesta edição do CBC, mais de 900 dos artigos recebidos estão concorrendo para a premiação “O artigo do ano”. Estão em análise mais de 1200 artigos técnico-científicos de pesquisadores do Brasil e do exterior. 
 Além das sessões científicas, o Congresso contará com três conferências de pesquisadores do exterior: o professor da Universidade de Leeds (Inglaterra), Ian Richardson, que abordará o efeito da adição de materiais cimentícios suplementares no cimento endurecido; e os professores mexicanos Pedro Castro e Roberto Stark, do Centro de Pesquisas e Estudos Avançados do Instituto Politécnico Nacional e da Universidade Nacional do México. Castro, premiado pesquisador na área de durabilidade, vai apresentar a história e as tendências atuais na interpretação de perfis de cloreto no concreto. Já Stark, reconhecido projetista estrutural de edifícios altos, vai expor o concreto como o material do futuro.
O 60º Congresso Brasileiro do Concreto é voltado aos profissionais em geral do setor construtivo, tecnologistas de concreto, projetistas de estruturas, professores e estudantes, profissionais técnicos de construtoras, empresas de energia, fabricantes de equipamentos e materiais para construção, laboratórios de controle tecnológico, órgãos governamentais e associações técnicas.