Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Industrializar em Concreto 23 - setembro de 2021

ABCIC EM AÇÃO

Industrialização contribui para aumento da segurança, qualidade e sustentabilidade na construção civil

Em dois eventos promovidos no mês de fevereiro, a pré-fabricação em concreto foi evidenciada como uma solução de engenharia que alia o emprego de tecnologias inovadoras ao planejamento assertivo, garantindo aumento de produtividade, maior segurança ao trabalhador e atendimento aos mais diferentes desafios de um projeto

Em 2015, a Abcic firmou uma parceria com a Universidade Presbiteriana Mackenzie para incluir na grade curricular do 10º semestre do curso de Engenharia Civil, em São Paulo, a disciplina optativa Indústria da Construção Civil: Estruturas Moduladas e Pré-Fabricadas. Atualmente, mais de 150 alunos já cursaram a disciplina. Em seus depoimentos, afirmaram que o conteúdo os deixou mais preparados para atuar no setor.
A disciplina foi estruturada com a participação direta da associação, sob a coordenação da engenheira e presidente executiva Íria Doniak, engloba três importantes aspectos ligados à pré-fabricação: indústria, prática e canteiro de obras e conta com carga horária de uma hora e meia por semana.
De acordo com as engenheiras Fabiola Rago Beltrame, professora da disciplina de Estruturas Moduladas e Pré-fabricadas, e Patricia Barboza da Silva, coordenadora do curso de Engenharia Civil, a Escola de Engenharia da Universidade Presbiteriana Mackenzie preza cada vez mais pela interação da academia com as empresas. “Precisávamos saber qual a carência na formação do Engenheiros Civis em relação à área dos pré-moldados de concreto”.
Elas ressaltaram que a parceria entre a Abcic e o Mackenzie permanece firme. “A entidade está sempre ao nosso lado para ministrar palestras e até minicursos que foram realizados durante a semana de Engenharia que ocorre anualmente”, disseram Fabíola e Patrícia. O material didático também é atualizado pela Abcic, assim como os novos materiais técnicos desenvolvidos pela associação são divulgados. Além disso, os artigos publicados pela revista Industrializar em Concreto, disponíveis de forma online pelo site oficial, são utilizados como material de consulta, discussão e inspiração para a elaboração de novos artigos pelos alunos.

Patricia Barboza da Silva e Fabiola Rago Beltrame, do Mackenzie: “A Abcic está sempre ao nosso lado para ministrar palestras e até minicursos que foram realizados durante a semana de Engenharia que ocorre anualmente”.

Nesse sentido, nos meses de maio e junho, a Escola de Engenharia promoveu o III Ciclo de Palestras de Estruturas Moduladas e Pré-Fabricadas, com a participação de Íria e dos engenheiros Luiz Livi e Marcelo Cuadrado Marin, diretor de marketing e diretor técnico da Abcic, respectivamente. 
Fabíola lembrou que essas palestras, antes da pandemia, eram ministradas de forma presencial para os alunos da disciplina e contavam com a coordenação da engenheira Íria. Mas, com as ações para diminuir a proliferação da Covid-19, foi necessário modificar para um formato online, resultando na denominação Ciclo de Palestras. “Agora todos os alunos do curso de Engenharia Civil de diversas etapas podem ter acesso ao conteúdo, uma vez que elas ficam gravadas no YouTube. Essas apresentações tornam a academia ainda mais próxima do mercado, porque os profissionais do setor falam de suas experiências, dificuldades e êxitos, transmitindo toda a parte teórica com uma abordagem prática”.
A apresentação de abertura da terceira edição foi proferida por Íria, que mostrou uma visão sistêmica do setor e dos processos na pré-fabricação em concreto, a fim de introduzir o tema na disciplina. Ela tratou do conceito de racionalização, que busca a melhor utilização dos recursos existentes em todas as etapas da construção, e ponderou que por meio da racionalização pode-se chegar à industrialização, que é uma fase mais avançada. O planejamento é fundamental e precisa ser avaliado desde o projeto sob o prisma de aspectos fundamentais como modularidade, repetibilidade, divisibilidade, controle, transportabilidade.