Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Industrializar em Concreto 19 - julho de 2020

INDUSTRIALIZAÇÃO EM PAUTA

Normalização e padronização

A padronização também é um importante fator de aprimoramento do setor de pré-fabricados de concreto “Como um dos grandes benefícios trazidos pela normalização é justamente a padronização, é possível mensurar o impacto do uso das Normas Técnicas em todas as etapas, desde o controle de recebimento das matérias primas em plantas de pré-fabricação, passando pelo processo produtivo e culminando com a aplicação dos elementos pré-fabricados em obras diversas. Essa padronização não se limita a repetir atividades rotineiras, mas, ao contrário, possibilita evoluir com segurança e estabelecer padrões de qualidade que podem servir de elementos balizadores para a avaliação da conformidade e a certificação de processos e produtos”, destaca a engenheira Inês Battagin superintendente do ABNT/CB-18 - Comitê Brasileiro de Cimento, Concreto e Agregados da Associação Brasileira de Normas Técnicas.
No caso da pré-fabricação em concreto, Inês ressalta o acervo normativo abrangente e atualizado do setor no Brasil, que permite à indústria e aos usuários dos produtos atuarem com segurança e garantia de bom desempenho. “O emprenho do setor da pré-fabricação de concreto no Brasil em elaborar Normas Técnicas específicas, para as diferentes soluções estruturais, teve como inspiração experiências exitosas realizadas em outros países. Essa decisão, com visão ampla e investimentos de longo prazo, vem trazendo os frutos esperados pelo setor, pois a normalização específica incentiva a concorrência saudável, melhora o entendimento e a imagem do setor, gerando um círculo virtuoso que traz crescimento consolidado”.