Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Industrializar em Concreto 18 - dezembro de 2019

ABCIC EM AÇÃO

Pré-fabricado de concreto: ousadia, beleza e robustez

Prêmio Obra do Ano em Estruturas Pré-Moldadas de Concreto evidencia a versatilidade da construção industrializada de concreto, atendendo demandas de projetos arquitetônicos e estruturais inovadores, com qualidade, eficiência e sustentabilidade

Prêmio Obra do Ano Abcic é apresentado pela presidente executiva da Abcic, Íria Doniak

A construção industrializada de concreto esteve em evidência no dia 28 de novembro, com a divulgação dos vencedores do Prêmio Obra do Ano em Estruturas Pré-Moldadas de Concreto 2019. A solenidade de premiação reuniu  empresários, engenheiros, arquitetos e profissionais da construção e representantes de entidades setoriais e demonstrou que o sistema construtivo está preparado para atender os diferentes setores da construção, superando desafios desde a concepção do projeto, passando pelo projeto arquitetônico, pela logística e pela montagem, com criatividade, versatilidade, inovação, qualidade e sustentabilidade.
As empresas pré-fabricadoras, os arquitetos e os engenheiros projetistas foram homenageados em três categorias: Edificações, Infraestrutura e Pequenas Obras. “Tenho a certeza de que todos os que estão aqui, neste dia, querem o progresso de nosso país, lutando sempre em suas empresas para alcançar esse objetivo. Acima de qualquer ideologia ou pessoa, apoiamos as ações que contribuem para o desenvolvimento do Brasil. Por isso, hoje é um dia de grande celebração, no qual temos a oportunidade de aplaudir as conquistas individuais e institucionais que amparam o desenvolvimento da construção civil e de nosso setor”, disse Íria Doniak, presidente executiva da Abcic, durante a abertura do evento.
Em Edificações, obra vencedora foi o empreendimento Royce Connect III, em Santo André (SP). Com área construída de 43.277 m², o projeto constitui-se de um galpão para armazenamento e um edifício administrativo multipavimentos. As estruturas pré-fabricadas de concreto – vigas, pilares, lajes alveolares, painéis arquitetônicos de fachada não estruturais, escadas e contenções pré-fabricadas - foram fornecidas pela Leonardi Construção Industrializada. 
Um dos grandes desafios foi o atendimento da arquitetura rebuscada do prédio administrativo, com a existência de curvas nas fachadas, varandas em balanços, caixas de escadas especiais, entre outros. Todo o projeto foi concebido dentro de uma plataforma BIM, objetivando garantir que não houvesse prejuízo ao conceito arquitetônico, uma vez que a obra havia sido concebida para ser moldada in loco. Além disso, o BIM que possibilitou que todas as peças se encaixassem perfeitamente, sem a necessidade de qualquer tipo de retrabalho, e permitiu a verificação minuciosa tanto por parte do Arquiteto Fabio Vital (Fabio Vital Arquitetura), através dos modelos 3D, quanto por parte dos projetistas da estrutura, cuja liderança ficou a cargo do engenheiro Flavio Isaia (IGA Engenharia e Consultoria). 
“Um aspecto que chamou a atenção na obra, foi que, pela tipologia e desníveis existentes no terreno e também pelo formato circular e as características arquitetônicas, ela exigiu uma grande diversidade de peças. Foi tranquilo lidar com essa diversidade de peças em razão do emprego do BIM. Antes de se produzir qualquer peça, a obra já estava bem desenvolvida e equacionada em termos virtuais. Esse foi um diferencial importante”, disse Carlos Gennari, diretor de operações da Leonardi.
Segundo ele, a obra envolveu uma área administrativa de múltiplos pavimentos, com alguns subsolos e foi toda desenvolvida num formato circular, um meio círculo, e que teve também vários desafios interessantes no seu desenvolvimento. “Ela foi concebida desde o início com uma obra que previa uma instalação industrial e de logística toda revestida com painéis de concreto e já preparada para receber painéis fotovoltaicos e o cliente, ao longo da obra, propôs fazer em pré-fabricado também a parte administrativa, que acabou ficando muito bonita, pelo formato arquitetônico proposto pelo arquiteto. Além da parte estrutural, com os painéis, pilares e lajes, também executamos a parte das fundações”, descreveu.