Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Industrializar em Concreto 17 - julho de 2019

GIRO RÁPIDO

Pré-moldado de Concreto é apontando como tendência para edifícios altos em evento do Sinduscon-SP

O Comitê de Tecnologia e Qualidade do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (CTQ/SindusCon-SP) promoveu no dia 26 de julho o 20º Seminário Tecnologia de Estruturas de Edificações, que discutiu diversos assuntos, como prevenção de patologias, inovações em sistemas construtivos e recomendações para o aumento da produtividade. A Abcic, apoiadora institucional do evento, foi representada pela Presidente Executiva, Íria Doniak.  
A programação do evento deu destaque ao sistema industrializado de concreto. Representando a Leonardi Construção Industrializada, o engenheiro João Carlos Leonardi participou em um dos painéis e apresentou recentes desenvolvimentos para estruturas de múltiplos pavimentos no âmbito nacional. Mais do que isso, destacou algumas tendências internacionais, referenciando a importância das missões técnicas realizadas pela Abcic por meio de cases visitados nas viagens internacionais em países como Bélgica, Holanda e, mais recentemente, no Japão.    
O início do evento foi marcado por uma retrospectiva dos 20 anos de existência do seminário, em que foram discutidas as lições aprendidas e as projeções futuras. Em meio ao debate, o projetista de estruturas e coordenador da norma ABNT NBR 16475 - para painéis de parede de concreto pré-moldados -, engenheiro Augusto de Freitas, destacou a importância da pré-fabricação atualmente e também como tendência futura em empreendimentos completamente executados com o sistema ou combinados com outras técnicas construtivas. O engenheiro afirmou que a evolução da 'norma mãe' ABNT NBR 9062 - projeto e execução de estruturas de concreto pré-moldado, bem como as específicas de produtos, como no caso de painéis, estão atualizadas e alinhadas com as necessidades de verticalização do sistema. 
Corroborando os apontamentos do engenheiro Augusto de Freitas, Francisco Graziano, engenheiro responsável pela concepção estrutural das torres em execução pela Matec, apresentou a solução do empreendimento Parque das Cidades, que combina o uso de lajes alveolares e vigas pré-fabricadas, com pilares moldados no local e lajes alveolares. 
Na opinião dos organizadores e do engenheiro Jorge Batlouni, coordenador do evento, a pré-fabricação em concreto é uma tendência que precisa ser mais explorada visando maior produtividade e a efetiva industrialização de processos construtivos. O coordenador do Grupo de Trabalho de Estruturas do CTQ, Luiz Lucio, chamou a atenção para a necessidade de se avançar em industrialização e modulação, com a produção fora do canteiro de obras. 
Para Íria Doniak, a pré-fabricação em concreto vem sendo utilizada no Brasil há mais de 50 anos, demonstrando sua versatilidade e capacidade de atender demandas ousadas do ponto de vista tecnológico, aliando soluções técnicas a cronogramas reduzidos. Assim como em países desenvolvidos, é a tendência também dos países em desenvolvimento, sendo tal fato apontado pela Abcic, que vem acompanhando movimentos em países como Rússia, Índia e China. 
 “As missões técnicas ocorrem em nível elevado, pois interagimos com coordenadores locais, por nós denominados por meio de nosso trabalho e relacionamento com a fib (international federation for structural concrete). Como setor, precisamos de coerência nos desenvolvimentos, entre o que a entidade atua efetivamente e o desenvolvimento da própria indústria e do mercado. Desde a nossa visita aos edifícios altos da Bélgica, com o saudoso Prof. Arnold Van Acker, começamos a nos preparar acreditando sempre nas oportunidades presentes e futuras", concluiu Íria.   
Com informações do Sinduscon-SP