Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Industrializar em Concreto 17 - julho de 2019

EDITORIAL

Semeando em solo fértil

Caros Leitores,
Nosso país sofre ainda com os necessários ajustes nesta transição de governo. Como setor, estamos alinhados com a agenda proposta pelo governo. Mas, temos sentido as consequências de um rumo ainda lento na economia, fruto de entraves relacionados à falta de engrenagem entre os três poderes, que sofre ainda com a visão distorcida de alguns atores ao não entenderem que o que é necessário para o nosso país, não é o mesmo do que para si próprios. Essa situação se reflete nos dados trazidos na coluna da economista Ana Castelo, da Fundação Getulio Vargas (FGV). 
Porém, como não somos daqueles que esmorecem com as dificuldades, a coluna do empresário nos desafia a pensar ainda mais como setor, não só para prosseguir, mas ampliar as ações institucionais.
Neste sentido, em agosto, lançaremos durante o Concrete Show, o Manual de Montagem das Estruturas Pré-moldadas de Concreto. Após o Selo de Excelência Abcic, que completa 16 anos, e nossos esforços em manter permanentemente a normalização atualizada junto à ABNT, trata-se da ferramenta mais estratégica e importante que já desenvolvemos, pois está diretamente ligada à segurança e à integridade das equipes de montagem e demais intervenientes dentro do canteiro de obras, além de ter impactos sobre o desempenho estrutural da obra. 
Nosso próximo desafio seguramente será trabalhar no desenvolvimento das EPDs (Declarações Ambientais de Produto), tópico que, junto à fib (International Federation for Structural Concrete) no âmbito internacional da pré-fabricação, já estamos estudando, conforme está descrito na matéria sobre o lançamento do Boletim 88 sobre sustentabilidade, no qual o Selo de Excelência Abcic, no Nível III, passou a ser uma das referências internacionais. Ou seja, não sairemos do zero!
As obras que, apesar da crise, têm sido montadas por nossas empresas demonstram que o setor se movimenta cada vez mais e procura se aperfeiçoar nos mais diversos segmentos, reforçando que a industrialização de fato é a tendência e o caminho para ampliarmos a produtividade da construção civil. Esses dois aspectos estiveram em pauta em diversos eventos com a participação da Abcic. Sempre nos esforçamos para não perder nenhuma oportunidade em dialogar com o governo, com os clientes, com os projetistas e com a academia. Se, de fato, esperamos uma colheita farta precisamos semear no tempo oportuno em solo fértil.
Queremos avançar e precisamos nos preparar continuamente, sem esmorecer, rumo aos nossos objetivos.
Desejo uma ótima leitura a todos!