Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Industrializar em Concreto 20 - outubro de 2020

DE OLHO NO SETOR

Setor da construção ganha primeiro espaço cooperativo de inovação e construção digital

O acordo de cooperação técnica entre a USP, por meio da Poli, a ABCP e o SNIC foi assinado em setembro em um evento virtual que contou com a presença da ABCIC

A construção civil ganha mais um incentivo para o avanço tecnológico do setor. No dia 3 de setembro, a Universidade de São Paulo (USP), por meio da Escola Politécnica, a Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) e o Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (SNIC) assinaram um acordo de cooperação técnica que prevê a concepção, elaboração de projeto, construção e operação, em regime multiusuários, do primeiro espaço cooperativo de inovação e construção digital de base industrial do Brasil, o Hubic.
Com o objetivo de acelerar a transição da construção civil para uma economia digital e circular, por meio de soluções inovadoras, competitivas, com baixa pegada ambiental e de alta produtividade e qualidade, o espaço pioneiro tem previsão de funcionamento no início de 2021. Serão R$ 8 milhões em investimentos para sua implementação na sede da ABCP, interligada ao Campus de São Paulo da USP. O projeto está conectado ao Centro de Inovação em Construção Sustentável (CICS USP), um ecossistema de empresas e academia dedicado a promover a inovação, a sustentabilidade e a produtividade na construção civil.

USP, ABCP e SNIC assinam o convênio em um evento virtual que contou com a presença de autoridades governamentais

Na solenidade de assinatura do acordo, realizada de modo totalmente virtual, estiveram presentes diversas autoridades políticas, acadêmicas e empresariais, totalizando cerca de 100 profissionais. A Abcic esteve neste evento, por meio da participação da engenheira Íria Doniak, presidente executiva, de Guilherme Fiorese Philippi, presidente do Conselho Estratégico, e de Carlos Alberto Gennari, conselheiro da entidade e diretor da Leonardi, empresa participante da construção do CICS. “Gostaríamos de parabenizar a ABCP, o SNIC e a USP pela liderança em importantes desenvolvimentos para a comunidade técnica e para a sociedade, assim como pelo efetivo desenvolvimento da construção civil no Brasil”, ressaltou Íria.
A solenidade contou com a participação de Marcos Pontes, ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), e Paulo Cesar Rezende de Carvalho Alvim, secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTI, de Patricia Ellen da Silva, secretária estadual de Desenvolvimento Econômico.
O ministro destacou a importância do desenvolvimento de atividades conjuntas entre a academia, a indústria e o Estado. “Tenho certeza de que essa iniciativa terá resultados muito positivos”, disse. Na avaliação da secretária Patricia, a celebração desse acordo é um marco não somente pela história, mas também pelo momento vivenciado, com a expectativa de uma retomada econômica, que precisará de inovação e tecnologia. “Estamos caminhando para uma recuperação mais inovadora e inclusiva e o setor da construção é importante nessa trajetória porque impacta de forma direta a geração de emprego e de renda”. 
Pela USP, participaram o reitor Vahan Agopyan, Liedi Legi Bariani Bernucci, diretora da Escola Politécnica da USP, e Vanderley John, coordenador do CICS PCC e coordenador do Hubic pela USP. Segundo Agopyan, a parceira exemplifica a Terceira Missão da Universidade, ao integrar e unir, no campo da pesquisa aplicada, os esforços da academia e da iniciativa privada em prol da melhoria e da modernização da área de construção e materiais cimentícios, com vistas, principalmente, à produtividade e à redução de impacto ambiental.

Paulo Camillo Penna: O convênio projeta o elemento inovação como variável de importância crescente para que indústria de cimento continue gerando valor e qualidade de vida para toda a sociedade.