Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Industrializar em Concreto 23 - setembro de 2021

ARTIGO TÉCNICO

Análise de Sensibilidade de Parâmetros na Estabilidade Global de Estruturas de Concreto Pré-moldadas segundo ABNT NBR9062:2017

Resumo
A adoção de ligações semirrígidas entre vigas e pilares é uma solução estrutural que vem sendo muito empregada em sistemas estruturais pré-moldados ou pré-fabricados de concreto. As soluções clássicas de estruturas pré-moldadas com ligações articuladas, vem dando espaço para a utilização de ligações semirrígidas no todo ou em parte da estrutura, à medida que as estruturas são mais esbeltas ou se deseja melhor controle de deslocamentos, vibrações e fissuração. No âmbito da normalização brasileira, a ABNT NBR 9062:2017 passou a abranger maior detalhamento para a análise estrutural de elementos pré-moldados conectados por meio de ligações semirrígidas e avaliação da estabilidade global. A definição dos parâmetros de rigidezes das ligações é etapa fundamental da análise estrutural para fins de estabilidade global e dimensionamento, mas os mesmos são dependentes da tipologia das ligações, propriedades dos elementos e materiais envolvidos, os quais não se tem ainda nas etapas iniciais do projeto. Uma estimativa desses parâmetros se faz necessária nesta fase. O objetivo principal deste trabalho corresponde a explorar as recomendações normativas relacionadas à análise de estabilidade global dessas estruturas, a partir de uma análise de sensibilidade de parâmetros (análises numéricas pelo Método dos Elementos Finitos) aplicada a um projeto típico de estudo.  Dentre os resultados obtidos, são apresentadas as respectivas condições favoráveis e desfavoráveis de estabilidade global, identificando os parâmetros que podem influenciar o comportamento à estabilidade global de estruturas de concreto pré-moldadas com ligações semirrígidas, bem como discutindo uma metodologia de análise estrutural estudada pelos autores. 
Palavra-Chave: concreto pré-moldado,pré-fabricado,estabilidade global,ligação semirrígida.

1. Contextualização e justificativa  
A difusão de estruturas pré-moldadas é cada vez mais ampla em empreendimentos brasileiros recentes, decorrente da racionalização de processos e do controle tecnológico inerente ao sistema construtivo. Observa-se a extrapolação de seu uso convencional, ou seja, de estruturas com grande área de implantação e baixa altura, para estruturas mais esbeltas.
A aplicação desse sistema em estruturas esbeltas implica na adoção de soluções que tornem exequível o processo construtivo e que garantam um comportamento estrutural satisfatório em serviço (sem deformações, fissurações ou vibrações excessivas), exigindo que o projeto leve em consideração a mobilização de diversos elementos, simultaneamente, de forma a reduzir concentrações de tensões. Esse refinamento da análise é traduzido no melhor aproveitamento dos materiais, com subsequente economia e otimização.
É neste cenário que, em sua última revisão, a ABNT NBR 9062:2017 [1] passa a detalhar parâmetros que caracterizam a rigidez secante da ligação, para as tipologias comumente adotadas no Brasil. Ao possibilitar a adoção, embasada por norma nacional vigente, dessa solução em estruturas pré-moldadas, é possível conceber modelos estruturais com redundância estática, promovendo menor grau de fissuração decorrente de deformações amenizadas, possibilitando a redução das patologias relacionadas aos fatores mencionados.

2. Metodologia
A fim de contribuir com o desenvolvimento e disseminação desse tipo de solução para estruturas pré-moldadas, são feitos estudos com modelos em elementos finitos aplicando as recomendações e critérios apresentados na norma vigente, com a metodologia adotada nas modelagens paramétricas realizada conforme o exposto em REZENDE [2].
Desta forma, o presente trabalho, que busca versar sobre a ligação entre elementos de barras, pretende explorar a aplicabilidade do disposto na ABNT NBR 9062 [1] e explicitar como variações na configuração dos elementos estruturais (tipo de ligação, rigidez das ligações entre pavimentos e outras) resultam em condições favoráveis ou não, na estabilidade global, nos deslocamentos e nos esforços da estrutura em análise.