Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Industrializar em Concreto 7 - abril de 2016

ABCIC EM AÇÃO

Principais resultados do planejamento estratégico da Abcic são apresentados aos associados

Duas das constatações divulgadas durante a Assembleia Geral Extraordinária são a atual relevância dos pré-fabricados para a construção civil e a tendência de crescimento do setor no Brasil

A Abcic - Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto apresentou aos seus associados os principais resultados do planejamento estratégico da entidade realizado ao longo de 2015, durante Assembleia Geral Extraordinária, promovida no final de janeiro deste ano. A palestra foi ministrada pelo o consultor Gerson Ishikawa, que é professor adjunto do curso de Engenharia de Produção na UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná. 
Segundo Ishikawa, a abordagem para a construção do planejamento estratégico seguiu linhas clássicas, começando pela análise interna da organização e da estratégica do setor, na fase de diagnóstico. "O principal desafio estava na grande quantidade de perspectivas dos associados e na complexidade da rede de relações institucionais que a Abcic mantém. O planejamento estratégico buscou entender a perspectiva de cada um deles sobre o setor da construção industrializada de concreto", disse.
O principal objetivo do planejamento era definir um conjunto de diretrizes, estratégias e ações para melhorar o desempenho organizacional da Abcic e, com isso, fortalecer seus associados por meio de atividades que contribuam para o desenvolvimento setorial. "A particularidade do processo de construção desse planejamento estratégico foi o seu caráter participativo, onde o papel do consultor foi o de facilitar as discussões e as análises. O aspecto chave acabou sendo o compartilhamento das perspectivas em oficinas, de forma a promover a sensibilização e a mobilização dos associados", explicou Ishikawa para os associados. No total, a entidade promoveu quatro oficinas, entre o período de maio de 2015 a janeiro de 2016.


Consultor Gerson Ishikawa destacou o fortalecimento da rede de relações institucionais da Abcic que ocorreu a partir de 2008


As duas primeiras oficinas foram realizadas com os membros do Conselho Estratégico da Abcic para validação de análises setoriais e organizacionais. O primeiro workshop teve o intuito de ouvir a percepção desses participantes, já o segundo foi focado nos resultados das entrevistas com associados, fornecedores e instituições. "A partir disso, foi iniciada a síntese das questões estratégicas, ou seja, das grandes perguntas sobre os caminhos do setor de construção industrializada e sobre o papel da Abcic para desenvolvê-lo", afirmou Ishikawa.
Nesta etapa, de acordo com Ishikawa, constatou-se a atual relevância dos pré-fabricados para a construção civil, por exemplo, ao assegurar o cumprimento de prazos de obras complexas de infraestrutura para a Copa de 2014, e a tendência de crescimento do setor no Brasil. “No passado, era uma solução voltada para nichos de mercado; atualmente, com a incorporação de avançadas tecnologias de concreto e de produção, o pré-fabricado amplia a sua presença para quase todos os segmentos da construção civil, incorporando conceitos de garantia da qualidade, de velocidade de construção e de previsibilidade de custos”, analisou. “No futuro, o pré-fabricado certamente será um protagonista ainda mais importante no desenvolvimento da construção civil, modificando as relações de custo-benefício da construção convencional”, complementou. 

A terceira oficina foi promovida com o objetivo de alinhar as questões estratégicas e de focar na construção do plano de ação da Abcic. Também, na ocasião, foram debatidas as perspectivas macroeconômicas. “Enquanto que no primeiro semestre identificavam-se sinais de contração do segmento da construção industrializada de concreto, mas com geografias e segmentos em expansão; no segundo semestre, os cenários de recessão macroeconômica passaram a dominar as perspectivas de curto prazo. Por consequência, o plano de ação incorporou as urgências de curto prazo”, ressaltou o consultor, durante a Assembleia Geral Extraordinária, que contou a participação de mais de 65% do quadro associativo da Abcic. Com isso, as ações foram divididas em "prioritárias", com foco em 2016 e 2017 e em "estratégicas", com foco nos próximos cinco anos – de 2016 a 2020. Tanto as ações prioritárias quanto as estratégicas foram consolidadas na quarta oficina.